Rua Padre António Vieira, Edifício da AAC, 3000-315 Coimbra gefac.uc@gmail.com 239 826 094

VIII Jornadas de Cultura Popular

7 de Outubro a 2 de Novembro de 1995

Vozes, Ritmos e Gestos por Michel Giacometti

Michel Giacometti, o “senhor francês”, como ficou conhecido entre as gentes rurais, chega em 1959 e, verdadeiramente deslumbrado com a riqueza cultural dum Portugal fundamentalmente rústico, entrega-se sem hora de regresso, à causa da recolha e do estudo sistemático de múltiplas manifestações populares.
Trinta anos depois encontramos no panorama nacional, a par dos ranchos folclóricos nascidos no tempo da “produção folclórica” de meados deste século, novos “grupos etnográficos” seus herdeiros directos mas cuja “missão” se pressupõe mais valorosa: a sua actividade partirá de recolhas das manisfestações seculares das suas terras culminando em apresentações ludicopedagógicas um pouco por todo o lado. Como encará-los à luz das novas ideias da “verdade” etnográfica? É aqui que também nós, GEFAC, procuramos as respostas.
É nossa intenção proporcionar um espaço de reflexão e discussão sobre os problemas actuais da antropologia (mais especificamente da etnomusicologia) e sobre a vida e obra de Michel Giacometti, um dos mais completos etnógrafos que trabalhou em Portugal.
Por fim, gostaríamos de falar das gentes destes dias que foram às fontes da terra beber as vozes antigas fazendo-as novas, descobrindo novos sons.

 

Em 1960, convidei para minha casa grupos de 15 a 20 intelectuais – políticos, escritores – a quem dei a ouvir as primeiras gravações de Trás-os-Montes. Foi um desastre. Alguns chegaram a dizer que aquela não era música tradicional portuguesa, quando chegámos às gravações mirandesas. (…) Era um fenómeno corrente nos países do Terceiro Mundo, onde as elites gostam de se divorciar da cultura popular.

Michel Giacometti in PÚBLICO, 05-08-1990

PROGRAMA
Painéis de Debate

Centro Cultural D. Dinis

14 de Outubro de 1995, 15.00: “A Recolha”
Com Benjamim Enes Pereira, Pedro Caiado e José A. Sardinha.
Moderador: Manuel Louzã Henriques.

Departamento de Antropologia

21 de Outubro de 1995, 15.00: “A importância do trabalho de Michel Giacometti”
Com Domingos de Morais, Jorge de Freitas Branco, Luísa Tiago e Viegas Guerreiro.
Moderador: Ruben de Carvalho.

22 de Outubro de 1995, 15.00: “O momento actual”
Com Salwa Castelo Branco, Joaquim Pais de Brito, Fausto e Virgílio Caseiro.
Moderador: Mário Vieira de Carvalho.

Espectáculos

Teatro Académico de Gil Vicente

13 de Outubro de 1995, 21.30: Brigada Vitor Jara, com a participação do GEFAC

19 de Outubro de 1995, 21.30: Lobo-Wolf, Teatro Regional da Serra de Montemuro e Pentabus Theatre

21 de Outubro de 1995, 21.30: “O Eterno Compromisso”, GEFAC, espectáculo integrado no painel/debate “A importância do trabalho de Michel Giacometti”

27 de Outubro de 1995, 21.30: “Dançar Zeca Afonso”, espectáculo de três coreografias sobre músicas de José Afonso produzido pela CeDeCe-Companhia de Dança Contemporânea

2 de Novembro de 1995, 21.30: Fausto, espectáculo integrado no painel/debate “O momento actual”

Centro Cultural D. Dinis

14 de Outubro de 1995, 17.30: Coro de Peroguarda, participação integrada no painel/debate “A recolha”

Museu Nacional Machado de Castro
14 de Outubro de 1995, 21.30: Cramol, participação integrada no painel/debate “A recolha”

22 de Outubro de 1995, 21.30: Orfeon Académico de Coimbra

 

Exposições

Departamento de Antropologia

7 de Outubro a 2 Novembro de 1995, 10.00-12.30/14.30-18.00: “Os rostos, os espaços, o trabalho”. Exposição de fotografias de Alexandre Ramires, realizadas em Trás-os-Montes no âmbito do Plano de Trabalho e Cultura do Serviço Cívico Estudantil de 1975.

7 de Outubro a 2 Novembro de 1995, 10.00-12.30/14.30-18.00: “Alfaias”. Alfaias agrícolas recolhidas no âmbito do Plano de Trabalho e Cultura, projecto orientado por Michel Giacometti.

7 de Outubro a 2 Novembro de 1995, 10.00-12.30/14.30-18.00: “Instrumentos”. Instrumentos musicais constantes da colecção particular de Michel Giacometti.

 

Roteiros

28 e 29 de Outubro de 1995: Viagem à Serra da Lousã. Visitas guiadas a aldeias serranas; visita ao Museu Etnográfico da Lousã; apresentação de pratos tradicionais recolhidos por Michel Giacometti.
Cooperação: Manuel Louzã Henriques.

Partilhar